Imprimir

Rosa sempervirens

Nomes

  • Nome comum: 
Pt.: roseira-brava (flor: rosa; fruto: escaramujo)
  Eng.: evergreen rose
  Esp.: rosal silvestre, mosqueta común
  • Nome binomial:
Rosa sempervirens
  • Autoridade
L., Sp. Pl. 1: 492 (1753)
  • Etimologia
Epíteto específico provem do latim sempervirens , 'sempre-verde' (perenifólia) por composição de semper ('sempre') com virens, gen. virentis, 'verde'
  • Sinónimos
 

  

Descrição

  • Planta: 

Arbusto perene até 6m ou mais. Nativa; sobretudo na zona litoral – Algarve, Beira litoral, Estremadura, Ribatejo, Douro litoral. É uma das 15 roseiras silvestres assinaladas em Portugal.

  • Raiz:
 
  • Caule:
Caules trepadores, procumbentes e raras vezes erectos; delgados, glabros, verdes a avermelhados. Os espinhos das roseiras são acúleos homogéneos, curvos, retorcidos em forma de foice, dispersos, cujo ápice está virado para o caule onde estão inseridos.
  • Folha
Folhas perenes, coriáceas, muito brilhantes,com 2 acúleos subestipulares. Alternadas. 3(5) folíolos lustrosos, glabros, de forma ovada a ovado-lanceolada, acuminados, sendo as margens finamente dentadas.
  • Flor
Flores hermafroditas, solitárias ou agrupadas em inflorescências corimbiformes. A corola, com diâmetro de 3-5 cm, é composta por 5 pétalas brancas; os estiletes estão soldados entre si formando uma coluna. 5 sépalas caducas (caem antes do amadurecimento do fruto) ovadas, acuminadas.
  • Fruto
Ovoide, carnudo, vermelho na maturação

Variedades

  • Subespécies: 
 
  • Variedades:
  • R. sempervirens var. microphylla
  • R. sempervirens var. scandens
  • R. sempervirens var. pinnata
  • Exame diferencial:
É a única rosa portuguesa a ter folhas perenes

No Tremontelo

  • Origem: 
Espontânea em toda a região. 
  • Localização:
No Sítio do Tremontelo, trepa pelas oliveiras, cedros, abrunheiros selvagens.
  • Cultivo:
Tratamentos de desbaste e erradicação frequentes
  • Calendário:
Floração de Abril a Agosto.
  • Utilizações:
São preservados os exemplares que pela sua localização e forma contribuem a vedação do terreno e/ou decorativas sobretudo no período da floração.

 

Mais informação

  • Sites: 
  • Livros:
  • Grant, W. (2006), p. 63
  • Pedro & Santos (2010), p. 55
  • Flora Iberica
  • Flora Iberica, Liv. 6, LXXXVII, 13
  • Fotografias

 phoca thumb l Rosa sempervirens 06 2016 1724 phoca thumb l Rosa sempervirens 05 2017 2479

phoca thumb l Rosa sempervirens 06 2016 1725  phoca thumb l Rosa sempervirens 06 2016 1726 phoca thumb l Rosa sempervirens 05 2017 2480

phoca thumb l Rosa sempervirens 06 2016 1727  phoca thumb l Rosa sempervirens 01 2016 0927